quinta-feira, 27 de março de 2014

Ser Mãe é...

Eu sinceramente ainda não me considero qualificada para descrever o que é ser mãe, uma vez  pretensão de escrever esse post...

Mas acho que quando agente entra nessa de escrever não tem muita escolha né, pois bem, este bendito titulo não sai da minha cabeça há 3 dias, então essas são as MINHAS impressões do que tem sido ser mãe.

Ser mãe é nunca mais (leia-se 1 mês...rs) dormir uma noite inteira, e mesmo que for inteira, jamais será tranquila...

Ser mãe é ser obrigada a olhar pra dentro de você e cavucar nos cantinhos mais remotos, levantar tudo que está errado e melhorar tudo, não por você, mas por ele, por eles queremos ser melhores...

Ser mãe é abrir mão de certos sentimentos, certas magoas, até mesmo certas picuinhas, simplesmente por perceber que isso tudo é tão pequeno diante da grandiosidade que é ser mãe...

Ser mãe é descobrir uma calma em momentos de apuros, nunca antes encontrada, e ao mesmo tempo se desesperar com um suspiro mais forte, mas na hora que O BICHO PEGA, tu respira fundo e faz o que acha ser certo..

Ser mãe é fazer o que acha certo, é fazer o que acha que tem que ser feito, é simplesmente ignorar todas as teorias a cerca da maternidade, adquirida através de trocentos livros e sites, e seguir seu instinto, pois vamos falar a verdade, NINGUÉM no MUNDO quer o melhor para o pequeno mais do que você...

Mas nem tudo é essa melação aí de cima...

Ser mãe é bufar de ter que levantar no meio da noite (sim caras colegas, não levanto de bom humor agradecendo aos céus não), acordo com péssimo humor e querendo simplesmente esquecer aquele caos que me aguarda e voltar a dormir ...EEEE....Joga pedra na Geniiiiiiiii!!!!!

Ser mãe é sonhar com o dia em que passará a tarde no salão de belezas, e pensado só em você...e esse dia CHEGOU...já combinei com maridão, e sábado estarei lá pra cuidar de eu e ficar loira de novo...depois conto como foi e se sobrevivi a culpa de deixar filhote pra cuidar de mim...

Ser mãe é ser cruel consigo mesma, é não se permitir errar, falhar, titubear por 1 minuto que seja (e isso tem sido cansativo) e ao mesmo tempo de severidade, ter consciência da sua humanidade e se permitir tomar uma latinha de cerveja em plena madrugada de quinta feira, assistindo ao programa do Jô, com o carrinho do filhote do lado (pelamordedeus...que o conselho tutelar não leia isso)

                           (Pense em uma mãe que corre o sério risco de ficar bêbada, levando em consideração que a tapada aqui NÃO BEBE...kkkkkk)


Bom é isso, óbvio que existem outros trilhões de coisas em ser mãe, mas esse é o olhar mais sincero de uma mãe em construção, por isso deixo essa lista em aberto, por acreditar que uma mãe é sempre um ser em mutação, adaptação, melhoramentos...


E vocês, como é ser mãe? Só eu penso essas loucuras mesmo?!? \o/

4 comentários:

Geciele Cantuaria disse...

Ser mãe é viver pra eles e não mais pra nós né?
Adorei o Post..

Bjoo



http://maeemulher1.blogspot.com.br/

Vanessa Bastos disse...

É Geciele, estão descobrindo isso de uma forma não muito fácil...rsrs...
mas não esquece que somos filhas de Deus viu, não esquece de cuidar de voce também!

Grazi disse...

Adorei seu blog, apesar de não ser mãe nem gestante. Apenas uma madrinha babona. :D

Vanessa Bastos disse...

Oi Grazi,

Que bom que gostou, minha intenção é que com o tempo eu deixe o blog mais democrático com matérias também para quem não é mamãe!

Espero te ver sempre por aqui!

Bjokas